GenerAzioni
  4 risultati

Direttori: Katia de Abreu Chulata – Università degli Studi “G. d’Annunzio” di Chieti e Pescara e Vânia Cristina Casseb-Galvão – Universidade Federal de Goiás. Coordenadoras: Katia de Abreu Chulata – Università degli Studi “G. d’Annunzio” di Chieti e Pescara Vânia Cristina Casseb-Galvão – Universidade Federal de Goiás. Comitato Scientifico: Edleise Mendes – Universidade Federal de Bahia, Gian Luigi De Rosa – Università degli Studi di Roma Tre, Mariagrazia Russo – Università degli Studi Internazionali di Roma,Maria Luiza Ortiz – Universidade de Brasilia, Maria José Grosso – Universidade de Lisboa/Universidade de Macau, Monica Lupetti – Università degli Studi di Pisa,Maria Helena de Moura Neves – Universidade Estadual Paulista/Universidade Presbiteriana Mackenzie. Comissão científica: Edleise Mendes – Universidade Federal de Bahia, Gian Luigi De Rosa – Università degli Studi di Roma Tre, Mariagrazia Russo – Università degli Studi Internazionali di Roma, Maria Luiza Ortiz – Universidade de Brasilia, Maria José Grosso – Universidade de Lisboa/Universidade de Macau, Monica Lupetti – Università degli Studi di Pisa, Maria Helena de Moura Neves – Universidade Estadual Paulista/Universidade Presbiteriana Mackenzie.

__

Collana di Studi sulle Heritage Languages. La collana nasce con il proposito di diffondere contributi scientifici di alta qualità sulle tematiche legate agli studi sulle Heritage Languages. Lo scopo è quello di favorire la riflessione sulle lingue di origine dei discendenti degli immigrati, analizzando, da svariate prospettive teoriche, fenomeni di interlingua, code-switching e code-mixing, l’interferenza linguistica di vari tipi e ambiti, fino all’analisi di veri e propri mutamenti linguistici in determinati contesti. Verificare e analizzare gli usi linguistici delle generazioni che hanno ereditato le lingue migranti, alla luce degli studi della sociolinguistica, della psicolinguistica, della grammatica funzionale, della ecolinguistica, tra altri approcci teorici, significa oltrepassare la generalizzazione della semplice commistione linguistica per ipotizzare azioni di intervento. In tal senso, questo spazio editoriale accoglie, inoltre, studi con proposte metodologiche attive per il mantenimento linguistico dei migranti e delle generazioni successive alla migrazione, nonché studi che sviluppino metodologie di indagine sull’impatto dell’eredità linguistica di queste generazioni sul territorio che i loro genitori hanno eletto per un nuovo progetto di vita. Da non trascurare è la velocità e la portata dell’impatto linguistico delle Heritage Languages sulle reti sociali, sulle modalità telematiche di apprendimento e su tutti quei canali di comunicazione verbale che sfuggono a una dimensione territoriale classica. Lingue dei contributi: italiano, portoghese, spagnolo e inglese. I volumi di questa collana sono sottoposti a due “blind referees” in forma anonima. Le norme redazionali saranno pubblicate a breve. Coleção de Estudos sobre Línguas de Herança. A coleção nasce com a intenção de difundir contribuições científicas de alta qualidade sobre os temas ligados aos estudos das Línguas de Herança. A finalidade é favorecer a reflexão sobre as línguas de origem dos descendentes dos imigrantes, analisando sob várias perspectivas teóricas fenômenos de interlíngua, code-switching e code-mixing, interferência linguística de vários tipos e âmbitos, até à analise de mudanças linguísticas em determinados contextos. Verificar e analisar os usos linguísticos das gerações que herdaram as línguas migrantes, à luz dos estudos da sociolinguística, da psicolinguística, da gramática funcional, da ecolinguística, entre outras abordagens teóricas, significa superar as generalizações da simples mistura linguística para fazer hipóteses de intervenção. Nesse sentido, este espaço editorial recebe, também, estudos com propostas metodológicas ativas para a manutenção linguística das gerações migrantes e sucessivas à migração, além de estudos que desenvolvam metodologias de pesquisa sobre o impacto da herança linguística dessas gerações no território que os pais escolheram para um novo projeto de vida. Não deve ser subestimada a velocidade e a importância do impacto linguístico das Línguas de Herança nas redes sociais, nos suportes telemáticos de aprendizagem e em todos aqueles canais de comunicação verbal que fogem a uma dimensão territorial clássica. Línguas das contribuições: italiano, português, espanhol e inglês. As publicações desta coleção são submetidas a revisão anônima por pares. As normas de redação serão publicadas em breve.